recent

Festival Timbre, a música independente retorna em grande estilo a Minas Gerais

Atenção Minas Gerais, tem festival retornando com tudo em solo mineiro!

O Festival Timbre, um dos eventos mais consolidados de músicas independente da região de Uberlândia (MG), está de volta! No dia 6 e 7 de outubro, os fãs de boa música, apoiadores e aqueles que acreditam nas diversas formas de promover a cultura, vão se reunir no Teatro Municipal da cidade. O evento que ocupará a área externa e interna de uma das obras de Oscar Niemeyer, vai receber o grupo BaianaSystem, o rap do 3030 e o rock do Scalene.

Além disso, o Timbre, também levará Rael, com Emicida e Tulipa Ruiz, para um show inédito, com os três dividindo o mesmo palco, e Silva com a turnê “Silva Canta Marisa”. E como sempre, o festival também receberá diversas bandas independentes de Uberlândia e região, que subirão nos palcos, durante os dois dias do festival.

Para ajudar a ampliar a voz do Festival Timbre, em diversas cidades e nicho, o Timbre selecionou os embaixadores do evento – pessoas proativas, empenhadas e engajadas com a cena cultural. Outra grande novidade é a extensão do evento como projeto cultural, que levará a música independente atrás de shows, debates e ações para dentro de cinco escolas públicas do Ensino Médio em Uberlândia (MG).

O Festival Timbre, além de ser um dos eventos mais esperados pelos mineiros, também faz parte da Associação de Festivais Brasileiros Associados (FBA) e segue a estrutura de grandes festivais nacionais, com intuito de se tornar uma rota anual para artistas de todo Brasil, e o objetivo principal de amplificar e fortalecer a cultura independente.

Mantendo o mesmo formato das edições anteriores, a noite de sexta-feira (6/10) todos os eventos acontecerá na parte interna do Teatro Municipal, que possui limitação de púbico, onde Silva se apresentará. Já no sábado (7/10), os shows e atrações acontecerão na área externa do local, na esplanada do Teatro.

Foto: Divulgação // Felipe Flores
“A região sentirá o impacto da chegada do Timbre. Teremos pré-eventos em Uberaba, Araxá, Araguari, Ituiutaba e Pato de Minas, além de diversas ações culturais”, revela, Gabriel Caixeta, idealizador do projeto. E ainda acrescentou um mistério: “Planejamos realizar até cinco dias de Festival Timbre, mas os locais divulgaremos posteriormente”, finaliza.

Seguindo um conceito de preconceito zero, seja por gênero, classe social, religião, cor, orientação sexual, política, etc a quarta edição do Festival Timbre, assina o conceito desenvolvido em conjunto com o estúdio Farândolo.

Festival Timbre: Por dentro somos iguais.

“Convivemos em um universo evoluído demais para pensamentos tão retrógrados, e devemos cada vez mais nos conectar através da música: ela nos desperta, ela nos desprende, ela nos transcende. Como representando na logo do festival, nosso Timbre é sempre vibrante”, se posicionou a produção do evento.

Segundo um dos organizadores do evento, Lucas Cordeiro, o evento prevê ações que endossem o conceito criado. “Buscamos não só a arte como música, mas também artistas plásticos, escritores, designers, artesãos e/ou qualquer manifestação cultural em torno do tema, para que exponham no festival e impactemos o máximo de pessoas!”

Os ingressos já estão a venda na plataforma Sympla (compre aqui) e nas lojas Fox Club, no Center Shopping, Uberlândia Shopping e Pratic Shopping-Terminal Central.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.