recent

'Lucky' o gato mais sortudo, conheça a história;


O gato mais sortudo do mundo – queremos ser ele!

Com certeza você já leu na lista de ganhadores de diversas promoções o nome ‘Lucky Gato Preto’, ele realmente existe e não é uma brincadeira. Lucky, o gato preto é um dos animaizinhos mais fofos que mora na ONG Adote um Gatinho e para mostrar que o gato preto não dá azar, eles colocam o bichano em diversas promoções – e ele ganhou 18 promoções, recebendo diversos prêmios que vão desde um tablet, passando por assinatura de TV, headphones, mochila, aula de yoga, Playstation, além de bicho de pelúcia, massagem, caneca, cestas de chocolate, kit de beleza, ração, bolo gourmet e até refrigerante grátis no McDonald’s. Dá uma olhadinha:


A campanha que foi desenvolvida pela Leo Burnett, vem para quebrar o mito que há séculos corre pela sociedade e hoje, cerca de 70% dos gatos que estão na adoção são pretos e infelizmente, não consegue encontrar uma família. “O que muda é pelagem, ou seja, a roupinha que cada gato está usando. Não existe isso de que gato preto dá azar, tem que ser muito ignorante para deixar de oferecer casa e amor para um gatinho por conta de um mito que tem suas origens na Idade Média”, diz Susan Yamamoto, sócia-fundadora da Adote um Gatinho.

Conheça o Lucky
Lucky tem aproximadamente 9 anos. Foi resgatado em julho de 2014, ou seja, está com a Adote um Gatinho há quase 3 anos. Era um sábado a noite quando uma voluntária recebeu um pedido urgente de ajuda. Uma acumuladora havia morrido e havia 27 gatos no apartamento. 
Os gatos estavam muito assustados, pois o óbito da senhora tinha acontecido há 4 dias, e eles estavam sem comida, água, atenção ou higiene. Dos 27 gatos, 11 vieram para o AUG, inclusive Lucky. 
Ele estava mal e fraco. Descobrimos que tinha doença renal crônica. Precisou de dois meses para se erguer. Passou sete meses na casa da voluntária e depois foi para a ONG. 
Sempre foi fofo, carinhoso, adorador de colo e amassador de pãozinho (gateiros, entenderão!). A doença renal está controlada, mas ele precisa tomar soro subcutâneo três vezes por semana. Falando assim, até pode parecer um gato azarado, mas na verdade ele teve a sorte de ser resgatado e vir parar na ONG, onde é muito paparicado. E com esta ação, Lucky deve ser adotado muito em breve e fazer a felicidade de um humano.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.