recent

Grafite liberado em SP: pelo menos no Lollapalooza os murais não serão cinzas!


Olha a afronta da SKOL!

A grafiteira Tainá Criola pintará uma das paredes do Espaço SKOL ao vivo, durante o Lollapalooza. A artista participou do projeto Reposter da marca, que redesenhou e ressignificou cartazes antigos com mulheres colocadas de uma forma que não representa mais o posicionamento de SKOL, e pretende simbolizar com a sua arte no festival a quebra de barreiras e estereótipos entre as pessoas.

"Ter um espaço assim para expressar os meus desenhos em um festival com uma diversidade cultural tão grande é uma ótima oportunidade para quebrar esteriótipos. Acredito que o grafite é uma poderosa ferramenta para impor a representatividade das minorias e conectá-las ao mundo como protagonistas da sua própria história", disse a artista.

A grafiteira, de 27 anos, explora cores e elementos bem brasileiros em seus trabalhos. Além disso, usa a arte urbana como ferramenta na sua luta para fortalecer as mulheres negras. Criada na periferia, Tainá Criola relembra que sofreu muito preconceito por ter cabelo crespo na infância. É um dos reflexos dos seus desenhos, que valorizam a imagem da mulher negra. 

O Espaço Skol, que ficará localizado em frente ao palco principal do festival, também convidará todo o público a deixar sua mensagem nos paredões.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.