recent

"Remonta", de Liniker e os Caramelows, é o disco do momento!


Ok, precisamos falar sobre "Remonta" e sobre Liniker e os Caramelows!

Sabe aquele álbum que se encaixa em diversos momentos da sua vida? Que te surpreende por conseguir falar absolutamente tudo que você desejava gritar na rua? Pois bem, esse álbum está entre nós e se chama “Remonta”, o primeiro disco da carreira de Liniker e os Caramelows.

Dentre as treze canções, passamos por momentos de desapego, de amor, de ilusão e claro, muita vontade de levantar e sair dançando (de qualquer forma, sentindo a música). 

Em suas canções, é possível encontrar diversas referências a grandes nomes da música brasileira, como em “Prendedor de Varal”, onde Liniker canta: “E como já diziam / Não adianta vir com guaraná / Que eu quero chocolate”, relembrando a icônica música de Tim Maia, “Chocolate”. 

A surpresa de muitos fãs do cantor foi a forma em que eles repaginaram as canções do EP - “Cru” (2015), coisa que muitos cantores realizam em seus shows, mas Liniker trouxe para o seu álbum. Vamos para os momentos!



Momento single: O nome do álbum, vem com a música incrível “Remonta” (segunda faixa) e é aquela realidade jogada na nossa cara, na nossa vida. Todos nós, um dia, já precisamos nos remontar, dar adeus para aquelas novelas (sim! Nossa vida é uma novela mexicana – a minha então, DEUS!) e com a musicalidade do Liniker, a vontade é de recomeçar do zero, se jogando na dança, sem querer de desamor. A palavra de ordem é com total certeza: REMONTA! - você já tentou se remontar?



Momento amor: Gente! O que é a canção “Sem Nome, Mas Com Endereço”? Vamos lá, vamos conversar. Quem nunca se sentiu apaixonado por alguém que realmente está fora do seu habitual e todas as vezes que encontramos a pessoa, temos diversos sentimentos e até imaginamos momentos como “Pétalas brancas, caem sobre mim”? Quem nunca, não é? 
Liniker cantou isso com uma sonoridade que te faz sentir, sem encontrar a pessoa amada - ou, podemos dizer, que ele consegue com essa música mostrar que nós somos a pessoa amada? Se for isso, eu só tenho a parafrasear ele: “Me pega pela mão / Te dou meu coração / Deixo você entrar”.



Momento realidade: Ergue a cabeça! O amor foi ótimo, o momento foi incrível, mas ele te disse “que não te ama”? Vamos lá, Liniker também cantou sobre isso e dá aquela dica amiga: “Vou apenas te olhar e dizer, meu bem eu sei”.
Quantas vezes nós nos passamos por momentos parecidos? Nos entregamos de corpo e alma, mas na realidade, a pessoa apenas brincou com nosso coração? Pois é, eu já passei por diversos momentos assim (a redação que o diga!) e depois de literalmente estar no chão, chorando, o que acontece? Vamos lá, aos poucos erga sua e perceba, você não fez nada de errado e quem saiu perdendo não foi você. Ouça essa canção e sempre pense: “Mas você vai implorar / Vai pedir pra me ver / Confessar que não vive sem mim”.

Momento releitura: O disco trouxe as canções do EP “Cru”, novamente com tudo, com cara nova e totalmente remontado. O sentimento que ele passa continua o mesmo, agora cada vez mais forte/pesado. Quem nunca tinha ouvido Liniker, se encontrar “Caeu”, “Zero” e “Louise Du Brésil”, na “versão – Remonta”, se apaixonará - mas quando for procurar a versão "Cru”, vai se apaixonar duplamente! Ouça:



E você, o que achou de "Remonta"? Ainda não ouviu o álbum por completo? Calma, clique aqui e ouça o disco e depois, conta pra gente o que você achou! :D

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.