recent

O jeitinho brasileiro que surpreendeu o mundo na abertura das Olimpíadas Rio 2016


GENTE! Quanta criatividade e simplicidade foi essa abertura dos Jogo Olímpicos do Rio 2016? Podemos confirmar que sim, ela surpreendeu todos brasileiros e gringos. A mistura, que é nossa característica, transformou o Maracanã, na noite de sexta- feira (05/8), em um palco imenso que ajudou a cidade do Rio, os cariocas e todos os brasileiros a receber o mundo de braços abertos para viver essas duas semanas de puro esporte – com orgulho, pós aquela abertura da Copa, que olha...

Mudando completamente a visão de tudo, a abertura dos Jogos Olímpicos tem como tradição sempre inovar com grandiosas apresentações e muita tecnologia, o que deixou todo mundo em dúvida se isso aconteceria aqui, porque né? Porém as dúvidas e expectativas foram superadas pela criatividade no trabalho desenvolvido pelos organizadores do evento, a equipe formada pelos profissionais Fernando Meirelesm e Daniela Thomas Andrucha Waddington.


A cerimônia, que sempre segue um protocolo oficial, iniciou com um vídeo que mostrava cidade de cima e logo em seguida a contagem regressiva que deixou todo mundo ansioso, para então apresentar ao mundo a história do nosso país de uma forma inusitada.

O chão do estádio se transformou em um grande telão e a vida surgir e tomou forma a partir da natureza, que foi o tema central de todo o espetáculo. Com a floresta, os índios apareceram junto com eles uma cortina de elásticos que criaram um efeito incrível e logo seguida retrataram as influências, na cultura brasileira, de outros povos como portugueses, africanos e chineses. Para então chegar aos tempos atuais e o que somos hoje.


Outros momentos emocionantes foram: a passagem da nossa diva máster Gisele Bündchen que andou pelo estádio (Sim! Ela só andou e mesmo assim foi maravilhoso!) e ao fundo trilha da famosa música Garota de Ipanema, o voo do 14 Bis pelo Rio de Janeiro (por quê sim, foi um brasileiro que inventou o avião, okey americanos?!), a brilhante ideia dos atletas plantarem as sementes da futura “Floresta dos Atletas” DURANTE a cerimônia e que depois se tornaram os arcos olímpicos (épico!), o show das baterias das Escola de Samba do Rio de Janeiro com o vocal de Caitano Veloso, Gilberto Gil e Anitta, além de fogos, muitos fogos, mas MUITOS fogos mesmo. 


Por fim, mas não menos importante, a nossa tocha olímpica. Que depois de viajar o país inteiro (e a gente acompanhou isso de perto, em sua passagem por São Paulo) chegou ao estádio, onde foi conduzida por grandes astros do esporte até chegar a Pira Olímpica, para ser acendida pelo maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima (achei justo!). A Pira também foi considerada uma inovação já que seu formato inusitado e em constante movimento inspirado no sol, é a menor que já existiu. Tudo para diminuir a emissão de gases poluentes, ela ficará exposta no centro da cidade do Rio de Janeiro próxima a população, algo que também nunca aconteceu. 


Muita novidade para uma cerimônia só, não apenas para nós quanto para muita gente! A impressa internacional não está poupando palavras para descrever o grandioso momento que deixou todo mundo com aquela sensação boa dos Jogos, principalmente os Brasileiros, todos nós fomos dormir mais felizes com aquele sentimento que o Brasil mandou bem e nós vivemos para fazer parte desse momento.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.