recent

Ela cotinuou a nadar... e nós assistimos "Procurando Dory"



“Continue a nadar, continue a nadar” até encontrar uma concha roxa ou sentir uma areia fofinha. A nova produção da Pixar/Disney levou diversos adultos para o cinema onde possam relembrar um pouco do mundo de baixo d’água com Procurando Dory, o filme que explica muitas coisas e podemos considerar como um spin off de Procurando Nemo.

O filme mostra Dory, na aventurar de encontrar seus pais, vale ressaltar eu esse filme é sobre a peixinha azul, sendo que Marlin e Nemo (Procurando Nemo) se tornam coadjuvantes, com ótimas cenas, mas extremamente curtas se formos analisar com Dory e Hank, o polvo desconfiado, que aparece na produção com ótimas piadas (preste atenção nelas, sério!).



Grandes momentos são feitos nos flashbacks e as epifanias que a personagem tem durante todo filme (que emocionam!), pois é neles que encontramos os pais de Dory e até mesmo ela quando era criança, com seus olhos esbugalhados e desde pequena, já percebiam como ela é esquecida e distraída com tudo. 

Para mostrar o passado e o presente, os personagens Hank, Destiny e Bailey são utilizamos. Juntos mantem a personagem no presente, mesmo quando ela se perde em seus pensamentos, além de mostrar como vão se sair da nova enrascada.



Durante todo o filme encontramos diversos pontos nostálgicos (somos da geração do baleiês!) e é impossível não ficar triste, sentir medo e alegria no final. O filme foi produzido para quem mal conhece o Nemo, mas traz aquela mensagem para quem foi a busca do peixe palhaço em 2003, da mesma maneira de “Divertidamente”.

Não podemos deixar de citar que é triste ler “FIM” quando chega os créditos e claro, imaginar que talvez não veremos os peixes mais famosos dos sete mares, tão cedo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.