recent

Quanto vale a música para o Vevo Brasil?



Em um mundo extremamente virtual, onde temos tudo na palma das nossas mãos e podemos controlar apenas com comando de voz ou com poucos toques, como fica o mundo da música? Ele se iniciou nas rádios, virou um disco enorme (o vinil que, nós amamos!), foi para as fitas cassetes que eram mais portáteis (e elas estão para voltar, clique aqui), se transformou em CD e agora é completamente digital? Como funcionam essas questões dos custos? Quem faz os clipes?

Durante o primeiro dia de Festival Path, nós do “E aí, POP” participamos de uma palestra exatamente com esse título, para discutir como está o mercado da música em meio à tanta inovação e criatividade. Após a palestra, a diretora da Vevo Brasil, Fátima Pissarra, conversou um pouco com a gente e mostrou como funciona o mercado atual da música no mundo e dentro da própria Vevo.

“Os fãs já sabem que todos os videos são monetizados e que assim os artistas também ganham”, conta Fátima ao ser questionada de como surge uma parte da renda dos artistas. Em nossa conversa, perguntamos a ela como a Vevo funciona referente aos novos artistas e ela revelou que existe uma equipe dentro da empresa que fica de olho no que é novo e complementou dizendo, “cada artista tem seu público, o que a Vevo sempre fala é que se é importante para os fãs, também é importante para a Vevo”.

Já sobre os preços e as questões de ter um serviço de assinatura, Fátima levantou o ponto de que a música não vale só ela, agora vale os artistas, as marcas que patrocinam os clipes e as redes sociais, mostrando assim que a o conceito de material pago está mudado dentro da internet e que isso vai se transformar mais e mais.

Mas como viver com um público que tem um foco totalmente diferente? Com tantas opções, como fidelizar? “O público não vai somente em um artista, acho que com a internet estamos formando um público mais eclético, o que escuta Katy Perry agora e depois vai ouvir um Justin Bieber ou até mesmo um artista independente e temos que estar preparados para atender eles”, diz Fátima sobre o público com que a Vevo trabalha.

Tendências e shows exclusivos
Sabe os álbuns visuais que agora estão se popularizando fora do Brasil? Pois é, durante a entrevista levantamos a questão sobre esse novo tipo de lançamento e produção, e a diretora da Vevo revelou que já existem artistas brasileiros que se interessam em produzir um álbum visual - mas não pode nos contar quem são esses artistas, somente que estão em negociação. (choramos!)

Atualmente, o Brasil começou receber os pocket shows ou os shows exclusivos, e, claro que a Vevo sempre está junto - como o pocket show da cantora Demi Lovato, no lançamento de Confident e o mais recente show da banda Magic!. É com grande frequência que este tipo de produção está sendo realizada no país, então perguntamos para Fátima como funciona todo esse tramite e ela nos contou que os shows são parcerias em que as empresas fazem com a Vevo, ou seja, não é um show exclusivo da empresa, sendo que atualmente a maior parceira da Vevo Brasil é a Coca-Cola, veja só o que eles já aprontaram no país:


Muitos não conhecem, mas a empresa além de disponibilizar vídeos diretamente no YouTube com as contas verificadas, também possui um plataforma exclusiva onde sempre lançam primeiro os clipes lá para depois liberam os vídeos nos canais verificados, clique aqui para acessar. Para quem gosta de assistir os lançamentos em primeira mão onde estiver, a empresa também tem uma solução para isso, o aplicativo Vevo, que traz todas as funcionalidades da plataforma do desktop para o seu celular  - Android & iOS

Claro que após a entrevista, pedimos uma selfie com a Fátima Pissarra e veja só como ficou:

Uma foto publicada por E aí, POP? (@eaipop) em

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.